MENU

Itália investiga compra da Parmalat pela Lactalis

Itália investiga compra da Parmalat pela Lactalis

Atualizado: Quarta-feira, 11 Maio de 2011 as 1:42

MILÃO - A polícia italiana realizou hoje buscas em instalações de oito empresas em Milão como parte de uma investigação sobre uma possível manipulação de mercado relacionada à compra de 29% de participação na Parmalat SpA pelo Grupo Lactalis SA, da França.

Uma fonte da Justiça italiana familiarizada com a questão disse à Dow Jones que a investigação também abrange acusações de insider trading, ou o uso de informação privilegiada em proveito próprio.

O Ministério Público de Milão iniciou a investigação em março, depois que a Lactalis elevou sua participação na Parmalat. A empresa, que foi assessora pelo banco de investimentos francês Société Générale, disse ter agido corretamente na operação.

Depois de comprar quase um terço da Parmalat, a Lactalis fez uma oferta para adquirir toda a companhia. O valor, de 2,60 euros por ação, que resultaria numa transação de 3,4 bilhões de euros (US$ 4,88 bilhões), foi considerado baixo pela companhia italiana, segundo notícia divulgada hoje pelo jornal Il Messaggero, que não cita fontes. De acordo com a publicação, os consultores da Parmalat, que incluem o Goldman Sachs, estão prontos para desaconselhar a oferta. Um valor de 2,8 euros por ação seria mais adequado, segundo a fonte.

O jornal ainda disse que a Consob, agência reguladora de mercado da Itália, pediu à Lactalis mais informações a respeito de questões antitruste relacionadas à oferta. O órgão daria seu parecer até sábado. As informações são da Dow Jones.

veja também