MENU

Japão planeja cortar ajuda econômica ao desenvolvimento da China

Japão planeja cortar ajuda econômica ao desenvolvimento da China

Atualizado: Sexta-feira, 4 Março de 2011 as 9:48

O Japão avalia cortar sua ajuda oficial ao desenvolvimento de países como a China, que no ano passado o superou como a segunda maior economia do mundo, indicou nesta sexta-feira o ministro das Relações Exteriores japonês, Seiji Maehara.

- Pedi uma revisão substancial de nossa política AOD [Ajuda Oficial ao Desenvolvimento] em alguns países, incluindo a China, diante da grave situação econômica [do Japão] e das mudanças significativas na fortaleza de algumas nações em relação a seu crescimento econômico.

Para o ministro, o fato de a China ter superado o Japão como a segunda maior economia do mundo torna "totalmente inconcebível" o aumento da ajuda japonesa ao país.

De acordo com a agência de notícias Kyodo, no ano fiscal de 2009 (encerrado em março de 2010) o Japão fez doações à China no valor de R$ 26 milhões (1,3 bilhão de ienes) e dedicou R$ 66 milhões (3,3 bilhões de ienes) à cooperação técnica para projetos ambientais. Entre 1979 e 2009, o Japão concedeu empréstimos à China no valor de R$ 6,62 bilhões (3,32 trilhões de ienes), além de doações de R$ 3,1 bilhões (154,4 bilhões de ienes). Outros R$ 3,4 bilhões (170,4 bilhões de ienes) foram destinados a cooperação técnica.

O PIB (Produto Interno Bruto, soma das riquezas produzidas por um país) da China se aproximou de R$ 9,8 trilhões (US$ 6 trilhões) no ano passado, deixando para trás o Japão, cujas riquezas somaram R$ 9,07 trilhões (US$ 5,5 trilhões).

veja também