MENU

Juros bancários voltam a recuar em fevereiro, diz BC

Juros bancários voltam a recuar em fevereiro, diz BC

Atualizado: Terça-feira, 23 Março de 2010 as 12

Os juros médios cobrados pelos bancos em todas as suas operações, para pessoas físicas ou para empresas, que iniciaram este ano em alta, recuaram no mês de fevereiro, segundo informações divulgadas nesta terça-feira (23) pelo Banco Central.

No mês passado, a taxa média de todas as operações de empréstimo bancárias caiu para 34,3% ao ano, contra 35,1% ao ano em janeiro de 2010. O valor do mês passado é o mesmo de dezembro de 2009 e, também, é o menor desde dezembro de 2007 (33,8% ao ano) - que, por sua vez, representa o piso da série histórica do BC. 

Pessoas físicas empresas

No caso das pessoas físicas, os juros cobrados pelas instituições financeiras caíram para 41,9% ao ano em fevereiro, ou seja, novo piso histórico. Em janeiro de 2010, os juros das pessoas físicas estavam em 43% ao ano. O menor nível registrado anteriormente, para estas operações, havia sido em dezembro do ano passado (42,7% ao ano). 

Para empresas, os juros bancários totalizaram 25,9% ao ano em fevereiro, contra 26% ao ano em janeiro deste ano. Ainda estão distantes, porém, do piso histórico registrado em dezembro de 2007, de 22,9% ao ano. 

Principais linhas de crédito

O BC informou que as taxas cobradas pelos bancos nas operações com o cheque especial somaram 159,9% ao ano em fevereiro, com queda de 1,6 ponto percentual na comparação com janeiro (161,1% ao ano). Ainda estão mais altos, porém, do que o cobrado em dezembro do ano passado (159,1% ao ano). O juro do cheque especial é um dos mais altos de todas modalidades.

Para as operações de crédito pessoal com pessoas físicas, a taxa média cobrada pelas instituições financeiras somou 43,8% em fevereiro, contra 44,8% em janeiro de 2010.  É o nível mais baixo desde novembro do ano passado (43,6% ao ano). Para a compra de automóveis, os juros caíram para 24,1% ao ano em fevereiro, na comparação com a taxa média de 25,2% cobrada no mês anterior.

No caso das linhas de crédito de empresas, a taxa para desconto de duplicata somou de 38,2% em fevereiro, contra 36,8% ao ano em janeiro. Para capital de giro, os juros médios dos bancos totalizaram de 29,1% em fevereiro deste ano, na comparação com 30,1% em janeiro.

Spread bancário

Segundo números do BC, a queda dos juros bancários em janeiro deste ano está relacionada com a queda do chamado "spread bancário", que é a diferença entre a taxa de captação dos bancos (o que pagam pelos recursos) e o valor cobrado do tomador final do crédito.

No mês passado, o spread bancário caiu para 24,3 pontos percentuais, contra 25,1 pontos percentuais em janeiro deste ano. Estudo do BC revela que o lucro dos bancos é uma "parcela relevante" do spread bancário.

Por: Alexandro Martello

veja também