MENU

Juros caem para famílias e aumentam para empresas

Juros caem para famílias e aumentam para empresas

Atualizado: Terça-feira, 27 Julho de 2010 as 1:53

As famílias pagaram menos pelos empréstimos no mês passado. Segundo dados do Banco Central (BC) divulgados hoje (27), a taxa média de juros cobrada das pessoas físicas caiu 1,1 ponto percentual de maio para junho e ficou em 40,4% ao ano. "Essa retração refletiu o maior volume de contratações em modalidades de custo mais reduzido, a exemplo do crédito pessoal e dos financiamentos para a aquisição de veículos", diz o relatório do BC. Já as empresas pagaram um pouco mais pelo crédito. A taxa média para as pessoas jurídicas subiu 0,4 ponto percentual, para 27,3% ao ano.

Com isso, a taxa média das operações ficou em 34,6% ao ano em junho, uma queda de 0,3 ponto percentual na comparação com a de maio.

A inadimplência caiu tanto para pessoas físicas quanto para as jurídicas. A queda foi de 0,1 ponto percentual para as empresas, para 3,6%. No caso das pessoas físicas, a redução foi de 0,2 ponto percentual, para 6,6%.

O spread, diferença entre a taxa de captação de recursos pelos bancos e a cobrada dos clientes, caiu apenas para as pessoas físicas, em 1 ponto percentual, para 28,6 pontos percentuais. Para as empresas, oscilou 0,1 ponto percentual para cima e ficou em 16,9 pontos percentuais.

O prazo médio de financiamento aumentou de 435 para 450 dias corridos. Para as empresas, subiu de 363 para 382 dias corridos. No caso das famílias, o aumento foi de 518 para 527 dias corridos.

veja também