MENU

Lucro do BB dispara no 4o tri e vai para R$4,155 bi

Lucro do BB dispara no 4o tri e vai para R$4,155 bi

Atualizado: Quinta-feira, 25 Fevereiro de 2010 as 12

O Banco do Brasil fechou o quarto trimestre de 2009 com lucro líquido de 4,155 bilhões de reais, montante que equivale a um avanço de 41,1 por cento em relação aos 2,944 bilhões de reais obtidos em igual período do ano anterior.

Em bases recorrentes, o lucro foi de 1,819 bilhão de reais entre outubro e dezembro, 11,9 por cento maior que em igual intervalo de 2008. A estimativa média de nove analistas consultados pela Reuters era de lucro recorrente de 1,802 bilhão de reais.

No final de dezembro, a carteira de crédito do maior banco do país era de 300,829 bilhões de reais, um incremento de 33,8 por cento em doze meses.

Essa evolução foi puxada pelo segmento pessoa física, cujos financiamentos deram um salto de 88,1 por cento, para 91,79 bilhões de reais .

A inadimplência, medida pelo total de operações vencidas em prazo superior a 90 dias, atingiu 3,3 por cento no trimestre, acima dos 2,4 por cento de dezembro de 2008, mas cadente em relação ao pico de ante 3,6 por cento alcançado em setembro.

Por isso, o saldo das despesas com provisões para perdas esperadas com calores encerrou dezembro em 18,617 bilhões de reais, 2,4 por cento do que três meses antes, embora ainda 36,2 por cento maior do que o de dezembro de 2008.

O retorno anualizado sobre patrimônio líquido médio (ROE), importante índice de rentabilidade de um banco, evoluiu de 47,4 por cento para 56,8 por cento entre o quarto trimestre de 2008 e o de 2009. Em bases recorrentes, houve queda, de 24,5 por cento para 22,5 por cento.

As receitas com serviços no trimestre foram de 3,61 bilhões de reais, crescimento de 17,9 por cento na comparação anual.

No fim de 2009, os ativos totais do BB somavam 708,549 bilhões de reais, ante 521,273 bilhões de reais doze meses antes, um avanço de 35,9 por cento.

Por Aluísio Alves

veja também