MENU

Mário Mesquita deixa a diretoria de Política Econômica do BC

Mário Mesquita deixa a diretoria de Política Econômica do BC

Atualizado: Quarta-feira, 31 Março de 2010 as 12

O diretor de Política Econômica do Banco Central, Mário Mesquita, principal responsável pelos estudos sobre a definição da taxa básica de juros, está de saída da autoridade monetária por "motivos pessoais" para se dedicar a "novos projetos profissionais", depois de três anos e nove meses contribuindo de "forma importante" para o BC. A informação foi divulgada por meio de nota à imprensa nesta quarta-feira, dia 31.

O Banco Central ainda não se manifestou, porém, sobre a permanência do presidente da instituição, Henrique Meirelles, que pediu, na terça-feira, dia 30, um prazo de 24h ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva para tomar uma decisão. Filiado ao PMDB, a expectativa de que Meirelles saia para concorrer nas próximas eleições cresceu com a saída de Mesquita. O diretor de Política Econômica já havia informado publicamente que ficaria no cargo somente enquanto Meirelles fosse presidente.

O Banco Central informou que o atual diretor de Assuntos Internacionais, Carlos Hamilton Vasconcelos Araújo, ocupará a diretoria de Política Econômica da instituição no lugar de Mesquita. Carlos Hamilton será o responsável pela entrevista à imprensa que será concedida nesta quarta-feira (31) sobre o relatório de inflação do primeiro trimestre deste ano.

Para o lugar de Hamilton Vasconcelos na diretoria de Assuntos Internacionais, por sua vez, o presidente do BC, Henrique Meirelles, informou ter encaminhado ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva a indicação de Luiz Awazu Pereira da Silva. Segundo o BC, o Lula concordou com a indicação, que agora será submetida ao Senado Federal.

Luiz Awazu Pereira da Silva é doutor em Economia pela Université de Paris-I Sorbonne. Funcionário de carreira do Banco Mundial, Luiz Pereira foi diretor do Departamento de Risco-País e Análise Econômica do Japan Bank for Internacional Cooperation e pesquisador-visitante do Instituto de Política Monetária e Fiscal do Ministério das Finanças do Japão, bem como chefe da Assessoria Econômica do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e Secretário de Assuntos Internacionais do Ministério da Fazenda. Atualmente, exerce o cargo de diretor regional para o Departamento 2 da África Austral do Banco Mundial.

Por: Alexandro Martello

veja também