MENU

Menor tempo de uso de sondas reduz custos de poços no pré-sal

Menor tempo de uso de sondas reduz custos de poços no pré-sal

Atualizado: Quinta-feira, 19 Maio de 2011 as 2:25

RIO DE JANEIRO - O menor tempo do uso das sondas tem sido determinante para a redução dos custos de desenvolvimento nos campos do pré-sal da bacia de Santos. A afirmação foi feita pelo gerente de relações com investidores da Petrobras, Helder Leite, para quem o aprendizado sobre o comportamento dos reservatórios no pré-sal é essencial para diminuir o tempo gasto com a perfuração dos poços.

Quanto mais rápido um poço é perfurado, mais rapidamente a sonda é deslocada, trazendo economia para a companhia em termos do aluguel dos equipamentos. Leite lembrou que, na fase de desenvolvimento, 50% dos custos são decorrentes da perfuração dos poços.

Em apresentação para investidores na sede da Apimec-Rio, Leite mostrou que o tempo médio de perfuração de poços no ano passado foi apenas 66% do verificado nos anos de 2006 e 2007.

Esse aprendizado foi essencial para que a companhia reduzisse em 45% a estimativa de investimentos necessários na área licitada do pré-sal entre os estudos - batizados internamente de Plansal - feitos em 2008 e 2010.

'Reduzindo o tempo de poços, reduzimos o tempo de uso das sondas. Esse tempo gasto com os poços tende a estabilizar, mas é um aprendizado contínuo', frisou Leite.

(Rafael Rosas | Valor)

veja também