MENU

Mercadante diz que Brasil está preparado para a crise

Mercadante diz que Brasil está preparado para a crise

Atualizado: Quinta-feira, 11 Agosto de 2011 as 1:45

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aloisio Mercadante, reforçou o discurso do governo ao dizer, nesta quinta-feira (11), que o Brasil está preparado para enfrentar e se sair bem da crise financeira global, mas cobrou mais inovação por parte das empresas brasileiras.

  Em discurso a uma plateia de representantes da construção civil durante o 83º Encontro Nacional da Indústria de Construção, na zona sul de São Paulo, Mercadante disse que o mercado interno é o maior patrimônio do Brasil diante de um cenário internacional "repleto de desafios" e enumerou o que avalia como alguns pontos fortes da economia.

"O Brasil está preparado para esse cenário. Temos 60% a mais de reservas do que tínhamos na última crise. Temos o dobro de depósitos compulsórios dos bancos, não vai faltar dinheiro para o crédito.Temos espaço para baixar os juros", afirmou Mercadante, que mencionou que o país tem muito mais condições e recursos para combater a crise do que países ricos, como os Estados Unidos.

De acordo com Mercadante, o Brasil ainda tem a favor, para estimular a economia, o BNDES e a Caixa Econômica Federal capitalizados para suportar a demanda por crédito e eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, que garantirão demanda por obras em infraestrutura."Além disso, temos um empresariado com pós-doutorado em crise e em administrar adversidades".

"A margem de manobra de alguns países diminuiu bastante para enfrentar crise. Os Estados Unidos têm (...) uma taxa de juros que é zero, está no chão. Eles não têm instrumento monetário para sair", disse.

O ministro cobrou dos empresários mais esforço em inovação que, segundo ele, será o grande desafio do futuro. "Tivemos por muitos anos uma cultura passiva em termos de tecnologia. Por muitos anos achamos que inovar era importar uma máquina mais moderna. (...) Temos que rever essa cultura", afirmou o ministro.            

veja também