MENU

Mercado interno aquecido leva pequena empresa a investir

Mercado interno aquecido leva pequena empresa a investir

Atualizado: Segunda-feira, 14 Fevereiro de 2011 as 10:52

O otimismo em relação à manutenção do mercado interno aquecido em 2011 e o acesso ao crédito direcionado estão incentivando micro, pequenas e médias empresas a investir. No ano passado, o segmento buscou R$ 45,6 bilhões em empréstimos no BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), quase o dobro do volume de 2009.

Enquanto os desembolsos do BNDES para grandes empresas cresceram menos de 10% em 2010, o volume emprestado às pequenas saltou 96% em relação a 2009, ano em que o segmento havia crescido apenas 9%.

Do total emprestado pelo banco estatal de fomento para empresas com faturamento de até R$ 90 milhões anuais em 2010, quase R$ 30 bilhões foi para financiar máquinas, equipamentos e veículos comerciais. A cifra é 122% superior à de 2009 e reflete a disposição dos empreendedores de produzir mais, já que o banco responde por 70% do crédito de longo prazo no País.

Na área agrícola, o financiamento de maquinário para pequenos produtores atingiu R$ 5,2 bilhões, o dobro de 2009.

Mais ligados ao consumo interno, os pequenos empreendedores podem reduzir pressões inflacionárias ampliando a oferta de produtos e serviços. São cerca de 6 milhões de negócios, com força no varejo e indústrias como as de confecções e de alimentos.

veja também