MENU

Mercado reduz previsão de crescimento para 2011

Mercado reduz previsão de crescimento para 2011

Atualizado: Segunda-feira, 14 Fevereiro de 2011 as 10:44

O crescimento da economia brasileira neste ano deverá ser menor que o esperado, segundo dados do boletim Focus, do Banco Central, divulgado nesta segunda-feira (14). Além disso, as expectativas para os principais indicadores de inflação foram elevadas para este ano e para 2012 – quando até mesmo a Selic (a taxa básica de juros da economia brasileira) deverá ficar acima do esperado.

O PIB (Produto Interno Bruto, soma das riquezas produzidas por um país) deverá crescer 4,5%, menos que os 4,6% da estimativa anterior.

Já o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), usado pelo BC para controlar a meta de inflação, deverá ficar em 5,75% neste ano – contra estimativa anterior de 5,66%. Para o IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), usado no reajuste de contratos de aluguel, a previsão é de 6,33% (a previsão anterior era de 6%).

Para o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) da Fipe  (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), que apura os preços no município de São Paulo, a estimativa agora é de 5,47% - muito acima dos 5,43% previstos uma semana antes.

A expectativa para a Selic em 2011 ficou em 12,5%, inalterada em relação à estimativa de uma semana antes.

Inflação e Selic em 2012

Para o próximo ano, a expectativa para o IPCA é de 4,70%, contra 4,61% previstos na semana passada; para o IGP-M, a estimativa agora é de 4,70% e para o IPC da Fipe, de 4,64%.

Já a Selic deverá ficar em 11,25% (a previsão anterior era de 11%). O PIB, por sua vez, continuou em 4,5%.

veja também