MENU

Mercedes-Benz anuncia produção de novo caminhão no Brasil em 2011

Mercedes-Benz anuncia produção de novo caminhão no Brasil em 2011

Atualizado: Sexta-feira, 10 Setembro de 2010 as 1:16

O grupo alemão Daimler, maior produtor do mundo de caminhões, anunciou nesta sexta-feira (10) que fabricará um de seus principais modelos da marca Mercedes-Benz no Brasil, país que representa seu primeiro mercado no setor.

O caminhão Actros, especializado no transporte de longas distâncias - já montado nas fábricas da Alemanha e Turquia -, também será produzido a partir de 2011 na fábrica brasileira de Juiz de Fora, em Minas Gerais.

"Assim, a Mercedes-Benz do Brasil poderá responder de maneira mais rápida e flexível à crescente demanda de caminhões na América Latina", comentou o grupo Daimler em um comunicado.

O Brasil se transformou no maior mercado de caminhões da Mercedes-Benz no primeiro semestre de 2010, com 21.700 unidades vendidas sobre um total de 56.300 no mundo.

De acordo com o vice-presidente de vendas da Mercedes-Benz do Brasil, Joachim Maier, o transporte de cargas no país está em desenvolvimento, com as empresas se profissionalizando e se especializando cada vez mais.

O crescimento do mercado brasileiro, estimulado pela conjuntura econômica, superou as previsões da fabricante alemã, que antes disso já havia anunciado em março uma ampliação de sua fábrica de São Bernardo do Campo, principal unidade da marca fora da Europa.

Actros tem motor de 456 cv

As inovações do Actros se baseiam nas tecnologias da Mercedes-Benz, como sistema de orientação de faixa de rolagem, sistema de controle de proximidade, assistente ativo de frenagem e freio eletrônico com ABS e ASR. Entre os seus equipamentos de segurança estão inclusos freios a disco em todas as rodas e retarder opcional.

Equipado com o motor eletrônico OM 501 LA de seis cilindros em V, o modelo tem potência de 456 cv a 1.800 rpm e torque de 224 mkgf a 1.080 rpm. Com entre-eixos de 3.300 mm, o Actros 2646 LS 6x4 permite a utilização de diversos semirreboques, como carga seca aberta, furgão, sider, tanques de líquidos e gases e porta-contâiner, entre outros.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também