MENU

Mesmo após anúncio de plano de Obama, bolsas da Ásia caem

Mesmo após anúncio de plano de Obama, bolsas da Ásia caem

Atualizado: Sexta-feira, 9 Setembro de 2011 as 9:57

As bolsas de valores asiáticas fecharam em baixa nesta sexta-feira (9), com investidores não muito animados sobre o pacote de US$ 447 bilhões criado pelo presidente Barack Obama para estimular o emprego nos Estados Unidos.

        Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 0,63%. O índice das ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 1,07%, depois de oscilar entre positivo e negativo, e rumava para a primeira perda semanal após duas semanas no azul.

Os investidores também aguardam a reunião do G7 nesta sexta, com a fraca recuperação econômica global e a crise de dívida da zona do euro em pauta.

No entanto, houve boas notícias da China. A inflação ao consumidor do país parece ter atingido o cume, com os números de agosto ficando pouco abaixo da máxima em três anos atingida em julho, destacando expectativas de que o banco central adie o ciclo de aperto monetário.

Preocupações com a piora das perspectivas no mundo desenvolvido fez com que países asiáticos, como Coreia do Sul e Indonésia, mantivessem a taxa básica de juros na quinta-feira, seguindo medidas similares na Austrália, no Canadá, no Japão e na Suécia.

O índice de Seul caiu 1,83%. O mercado se desvalorizou 0,23% em Hong Kong, enquanto o índice referencial de Xangai recuou 0,05%. Cingapura perdeu 1,11%.

Alguns mercados regionais destoaram da tendência geral, porém, com as bolsas de Sydney e Taiwan - ambas fortemente influenciadas pela demanda da China - registrando ganhos de 0,16% e 0,82%, respectivamente.

veja também