MENU

Meu sangue está geladérrimo, diz Eike sobre perda bilionária na Bolsa

Meu sangue está geladérrimo, diz Eike sobre perda bilionária na Bolsa

Atualizado: Terça-feira, 9 Agosto de 2011 as 12:17

Brasileiro que mais perdeu até agora com a crise, o empresário Eike Batista diz que "mantém o sangue geladérrimo", apesar da turbulência que varreu nos últimos dias mais de US$ 2 bilhões de sua fortuna. Desde março, as empresas X, como são conhecidas, perderam US$ 27,3 bilhões (49%) de valor de mercado --Eike tem dois terços.

"Tão vendendo tudo a preço de nada. Queria poder comprar", disse à Folha. Diferentemente das demais empresas, as companhias X não podem recomprar ações porque não dão lucro ainda. "Eu seria megacomprador", afirma o empresário.

Folha - O que o sr. tem a dizer às pessoas que estão mais pobres porque investiram em suas empresas? Eike Batista - Tenho a dizer que minhas companhias têm US$ 10 bilhões em caixa e que vamos começar a produzir e a gerar receita. O meu mundo real não parou por causa de disciplina financeira e estou com todo o dinheiro necessário para alcançar a produção esperada até 2015. Essa crise está sendo vivida, mas que bom que estou com o caixa forrado e totalmente preparado.

O que pode ser feito? Infelizmente, como estou listado no Novo Mercado, não posso comprar ações de volta enquanto não tenho lucro. Se não fosse isso, eu estaria fazendo um plano de 90 dias de recompra. Tão vendendo tudo a preço de nada, como se o mundo fosse acabar amanhã. É hora de comprar! Eu adoraria!

Como manter sangue frio enquanto perde US$ 2 bilhões? Meu sangue nesta hora está geladérrimo. Não posso fazer uma avaliação dessas se o mundo hoje só quer comprar ações que estão gerando caixa e que pagam dividendo. Bateu uma paúra no mercado. Dinheiro é covarde! O mundo real está bombando; não tem lugar em avião no Brasil, não tem gente para trabalhar e eu vou pagar dissídio de 8,5% para meus funcionários porque tenho medo de que eles vão embora. Que bom que a Europa e os Estados Unidos não vão crescer. Vai sobrar gente qualificada e equipamento para comprar.

Mas por que o Brasil e suas empresas perdem tanto? Isso começou seis meses atrás, quando viram que o Brasil ia ter inflação alta e que não iria entregar o que estava prometendo. Aconteceu com a China também. Como o Banco Central subiu os juros, enxugou o crédito, estou vendo claramente o Brasil colocar a economia de volta no eixo da meta de inflação em 2012.

Mas que doce problema! O Brasil é um dos únicos países do mundo que têm de frear a economia tirando dinheiro do mercado. Porra, isso é tudo o que os gringos estão sonhando. Eles vão ter que apertar o cinto porque vão pagar dez anos de excesso de gastança.          

veja também