MENU

Microsoft inclui Brasil em seu plano de demissões

Microsoft inclui Brasil em seu plano de demissões

Atualizado: Quarta-feira, 6 Maio de 2009 as 12

A Microsoft Brasil anunciou nesta semana um "pequeno ajuste no seu quadro de funcionários, inferior a 5%", incluindo assim os brasileiros no plano anunciado em janeiro, para cortar vagas. No início do ano, a companhia divulgou o projeto para tentar economizar US$ 1,5 bilhão ao ano, cortando cinco mil empregos, ou cerca de 5% de seu quadro de 96 mil funcionários, em 18 meses.

"A ação é consequência do cenário econômico mundial", afirmou a filial brasileira em comunicado, dizendo que o objetivo é reduzir custos e aumentar a eficiência operacional. O braço brasileiro da Microsoft não especificou quantas vagas representam esses 5% ou quando as demissões locais serão feitas.

Na ocasião do anúncio das demissões, a Microsoft Brasil negou em uma nota de esclarecimento que a redução do quadro de funcionários incluísse cortes no país.

Na terça-feira, 5 de maio, a companhia já havia anunciado mais demissões como parte do projeto de reduzir cinco mil vagas até junho de 2010. "Continuaremos de olho no impacto da crise econômica na empresa e, se necessário, tomaremos novas medidas para manter nossa estrutura de custos, incluindo mais cortes de vagas," disse o diretor-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, em um e-mail para funcionários.

A expectativa da companhia é de que alguns funcionários sejam recontratados no futuro, como parte dos dois mil ou três mil novos postos de trabalho que a empresa espera criar até meados de 2010, segundo agências internacionais. No comunicado da filial brasileira, a empresa afirmou: "a Microsoft acredita na recuperação econômica e, principalmente, na capacidade de inovação tecnológica como alavanca para propiciar o reaquecimento econômico em longo prazo".

veja também