MENU

Mundo viverá com efeitos da crise por anos, diz Banco Mundial

Mundo viverá com efeitos da crise por anos, diz Banco Mundial

Atualizado: Sexta-feira, 15 Janeiro de 2010 as 12

O mundo continuará vivendo com os efeitos negativos da crise financeira por anos, disse o presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick, nesta sexta-feira, dia 15.

Zoellick acrescentou, em entrevista, que o setor privado precisa desempenhar um papel maior em um momento em que o efeito dos pacotes dos governos de combate à crise diminui.

Ontem o diretor-gerente do FMI (Fundo Monetário Internacional), Dominique Strauss-Kahn, alertou para a fragilidade da recuperação da economia global e pediu nesta a governos do mundo todo que dediquem mais recursos para combater a "grande crise do emprego".

"A crise do emprego vai durar meses", afirmou Strauss-Kahn, que pediu aos governos que direcionem parte dos recursos dos pacotes de estímulo à criação de empregos.

"Não nos deixemos enganar pelas cifras do crescimento mundial", disse. Ele afirmou ainda que, em sua opinião, estão infladas pelas ajudas oferecidas pelos governos através de programas de estímulo. "A recuperação global está mais robusta, mas ainda é frágil."

veja também