MENU

Na estreia, iPad pode ser comprado em até 12 vezes

Na estreia, iPad pode ser comprado em até 12 vezes

Atualizado: Quinta-feira, 2 Dezembro de 2010 as 3:05

A compra do iPad - o tablet da Apple - no Brasil terá condições facilitadas. A partir de amanhã, sites e lojas passam a vender no País o dispositivo móvel, que poderá ser comprado em até 12 parcelas sem juros. Ao adquirir a versão mais básica do aparelho, o consumidor brasileiro pagará prestações mensais de R$ 137,40.

O iPad é um tipo de computador pessoal móvel, que tem forma de prancheta e é capaz de reproduzir vídeos, fotos e músicas, além de permitir navegar na internet. Os seis modelos do tablet serão tabelados: R$ 1.649 (16 GB), R$ 1.899 (32 GB) e R$ 2.199 (64 GB). Caso o consumidor opte pelas versões que, além de web sem fio, funcionem com internet 3G, os preços sobem: R$ 2.049 (16 GB), R$ 2.299 (32 GB) e R$ 2.599 (64 GB). Na loja virtual da Apple, a compra poderá ser dividida em até 12 vezes sem juros, além do frete grátis. Os sites Americanas.com e Submarino oferecem as mesmas condições em todos os cartões de crédito. Nas páginas eletrônicas de Extra e Ponto Frio, a condição é válida apenas para cartões das bandeiras das próprias lojas.

Na site e nas unidades da Saraiva, o parcelamento é de até dez vezes sem juros em qualquer cartão. No página eletrônica e nas lojas da Fast Shop, o parcelamento é feito em até dez vezes com juros. Na Fnac, seja unidades físicas ou internet, dependendo do modelo, o pagamento é dividido de seis a dez vezes sem juros. No lançamento oficial, todos serão vendidos por até dez vezes sem juros. Apesar das condições facilitadas, o consultor de tecnologia Leonardo Kelmann indica a aquisição do aparelho somente àqueles que já têm um desktop ou notebook. Isso porque o tablet da Apple tem limitações. Para uso pessoal ou profissional móvel, o iPad desempenha as funções de um netboook. "Porém, tudo tem que ser baixado da internet e do iTunes.

Não é possível, por exemplo, colocar fotos no aparelho direto da máquina fotográfica, atualizar antivírus ou instalar certificados digitais. E o aparelho ainda não tem câmera e não permite fazer videoconferências ou conversar pelo Skype." A limitação é maior quando utilizado profissionalmente. "É possível abrir planilhas e fazer apresentações para até duas pessoas pelo tamanho da tela. Mas a produção de documentos é lenta e o teclado virtual, e até o externo, não são confortáveis. Um notebook atenderia melhor", conclui.

Para uso menos intenso o dispositivo móvel, a versão apenas com internet Wi-Fi é suficiente. Aos que precisam da mobilidade, a melhor opção seria a versão com web 3G, que funciona mesmo onde não há internet sem fio. "Porém, é necessário um plano de operadora de telefonia para acessá-la, que não custa menos de R$ 30 por mês." A venda será simultânea nos sites e começa às 0h de amanhã. Cinco lojas em São Paulo também iniciarão as vendas neste horário: Fnac do Shopping Morumbi, Fast Shop e a 2YOU do Shopping Iguatemi, Saraiva do Shopping Higienópolis e My Store do Shopping Villa-Lobos. Outras (relação completa no www.apple.com/br/ipad/buy) começam a vender no horário normal de abertura.    

veja também