MENU

Índice de cheques sem fundo é o menor desde setembro de 2008, diz Serasa

Índice de cheques sem fundo é o menor desde setembro de 2008, diz Serasa

Atualizado: Quarta-feira, 18 Novembro de 2009 as 12

O volume de cheques sem fundos recuou em outubro para o menor porcentual desde setembro de 2008, mês em que se intensificou a crise econômica mundial. A inadimplência com cheques no mês passado foi de 1,92%, de acordo com a Serasa. Houve redução de 1% em relação ao resultado de setembro e queda de 4,5% ante outubro do ano passado.

De acordo com o levantamento, esta foi a primeira vez em 2009 que houve uma queda na comparação com igual mês de 2008 e o terceiro mês seguido de baixa na inadimplência em relação ao mês imediatamente anterior. No mês passado, foram devolvidos 1.974.345 cheques e compensados 102.694.254.

Segundo os técnicos da empresa, ''mesmo com o bom desempenho das vendas, o Dia das Crianças não inverteu a sequência de recuos no porcentual de cheques devolvidos''. Entre os motivos para a redução da inadimplência com cheques estão a volta do crescimento econômico, os juros mais baixos, o aumento dos empregos formais e a recuperação da renda.

No acumulado do ano até outubro, o volume de cheques sem fundos foi de 2,19%, alta de 11,7% ante o mesmo período de 2008.

Estados

Ainda de acordo com a pesquisa, o estado com maior porcentual de cheques devolvidos no acumulado do ano é o Amapá, com 9,75%. Na sequência aparecem Maranhão (9,43%) e Acre (8,80%). Em São Paulo, foi verificada a menor inadimplência, de 1,69%. Rio de Janeiro registrou 1,76% e Santa Catarina atingiu 1,90%.

veja também