MENU

Índice europeu tem nova máxima em 27 meses por mineradoras

Índice europeu tem nova máxima em 27 meses por mineradoras

Atualizado: Terça-feira, 21 Dezembro de 2010 as 4:01

O principal índice das ações europeias renovou a máxima de fechamento em 27 meses nesta terça-feira (21) , com os papéis de mineradoras impulsionados pelos fortes preços dos metais, enquanto o grupo finlandês de sivicultura UPM-Kymmene subiu após dizer que vai comprar sua rival endividada.   O FTSEurofirst 300, que mede o comportamento dos principais papéis do continente, fechou em alta de 0,95%, aos 1.144 pontos, no maior patamar desde o final de setembro de 2008. O volume, contudo, foi fraco, devido à proximidade do final do ano.

"A política econômica norte-americana tem melhorado a confiança nas perspectivas de crescimento e de lucros corporativos no próximo ano, e os investidores avaliam que o mercado de títulos não é mais o melhor lugar para investir", disse Mike Lenhoff, estrategista-chefe da Brewin Dolphin.

As ações de mineradoras foram impulsionadas pelo rali nos preços dos metais, com o cobre alcançando novo recorde por preocupações com a oferta e pelo dólar mais fraco. Xstrata, Eurasian Natural Resources e Vedanta Resources avançaram entre 3,1% e 3,3%.

Os temores com relação à crise de dívida na zona do euro, contudo, continuaram na pauta, após a agência de classificação de risco Moody's afirmar que pode cortar o rating de crédito de Portugal. Também não ajudou o fato de a Espanha ter tido que pagar mais caro em seu último leilão de títulos do ano.

Em Londres, o índice Financial Times fechou em alta de 1,02%, a 5.952 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,85%, para 7.078 pontos. Em Paris, o índice CAC 40 ganhou 1,09%, a 3.927 pontos.

Em Milão, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,78%, para 20.737 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 avançou 2,07%, a 10.203 pontos. Em Lisboa, o índice PSI20 encerrou em alta de 0,59%, para 7.891 pontos.    

veja também