MENU

Índice Geral de Preços tem deflação de 0,07% em dezembro

Índice Geral de Preços tem deflação de 0,07% em dezembro

Atualizado: Quinta-feira, 17 Dezembro de 2009 as 12

O Índice Geral de Preços (IGP-10) teve deflação de 0,07% em dezembro. O resultado é inferior ao registrado um mês antes, quando houve alta de 0,07%. No ano o índice acumula queda de 1,68%. Os dados divulgados hoje, dia 17, pela Fundação Getulio Vargas (FGV) revelam que o movimento foi influenciado especialmente pelos preços no atacado.

O Índice de Preços por Atacado (IPA) passou de 0,08% em novembro para -0,25% em dezembro. As principais contribuições negativas partiram de alimentos in natura, que caíram 1,94%, depois de terem registrado alta de 1,44% no mês anterior; materiais e componentes para a manufatura (de 0,25% para -0,25%); além de suínos (de 9,98% para -3,25%); bovinos (de -0,53% para -2,50%); e cana-de-açúcar (de 4,31% para 1,76%).

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu 0,28%, depois de ter leve aumento de 0,02% um mês antes. A elevação na taxa foi puxada pelos grupos alimentação (de -0,75% para 0,36%), com destaque para as frutas, que inverteram a queda de 6,68% em novembro e subiram 4,97% neste levantamento; despesas diversas (de -0,35% para 0,17%), com a contribuição de alimentos para animais domésticos (de -1,50% para 2,24%); vestuário (de 0,54% para 0,81%), influenciado pelos preços das roupas (de 0,46% para 0,68%); e educação, leitura e recreação (de 0,16% para 0,34%), especialmente passagens aéreas (de 1,67% para 4,57%).

Em movimento oposto, o levantamento aponta que houve diminuição nas taxas relativas aos transportes (de 0,71% para 0,22%); habitação (de 0,33% para 0,24%); e saúde e cuidados pessoais (de 0,22% para 0,04%).

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) também subiu de um mês para outro, tendo passado de 0,11% para 0,25%. Ficaram mais caros os materiais e equipamentos (de 0,01% para 0,20%) e o custo da mão de obra (de 0,11% para 0,25%). Já os serviços caíram de 0,51% para 0,43%.

Para calcular o IGP-10, a FGV coletou os preços no período de 11 de novembro a 10 de dezembro.

Por: Thaís Leitão

veja também