Obras de arte apreendidas na Lava Jato serão expostas em Curitiba

Acervo com 15 telas será exposto no MON a partir deste sábado (17). Quadros

Fonte: globo.comAtualizado: quinta-feira, 15 de janeiro de 2015 11:01
Telas
Telas

Quinze obras de arte apreendidas durante a Operação Lava Jato, deflagrada pela Polícia Federal (PF) em março de 2014, serão expostas no Museu Oscar Niemeyer (MON), em Curitiba, a partir deste sábado (17). Os quadros estavam na casa e no escritório da doleira Nelma Mitsue Penasso Kodama, presa durante a operação, e há suspeitas de que as obras de arte tenham sido adquiridas para lavar dinheiro de origem ilícita. A exposição conta ainda com outras 55 telas do acervo do museu e fica em cartaz até o dia 5 de março.

Segundo os diretores do MON, o acervo passou por um processo de higienização, conservação e pesquisa para atestar a procedência e a autenticidade de cada obra para que pudesse ser exposto.

As obras apreendidas na Lava Jato são de vários artistas renomados como Aldemir Martins, Cícero Dias, Claudio Tozzi, David Cymrot, Di Cavalcanti, Gerardenghi, Gomide, Heitor dos Prazeres, Iberê Camargo, Mario Gruber, Orlando Teruz e Tony Koegl.

As telas foram entregues em maio de 2014 ao secretário de Cultura do Paraná, Paulino Viapiana, e à diretora cultural do museu, Estela Sandrini. O MON ficará responsável pelo patrimônio artístico até que a Justiça determine um destino para as obras. A direção do museu informou que tem interesse em ficar definitivamente com o acervo, mas essa é uma decisão que cabe a Justiça.

O Museu Oscar Niemeyer fica na Rua Mateus Leme, 999, no bairro Centro Cívico. A entrada custa R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia-entrada). Menores de 12 anos e maiores de 60 tem entrada gratuita.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições