MENU

OSX e LLX negociam estaleiro no Superporto de Açu

OSX e LLX negociam estaleiro no Superporto de Açu

Atualizado: Terça-feira, 29 Junho de 2010 as 11:47

A LLX, empresa de logística do Grupo EBX, de Eike Batista , comunicou hoje ao mercado que vem mantendo tratativas com a OSX para a instalação de um estaleiro no Complexo Industrial do Superporto do Açu ("Estaleiro do Açu"), no Rio de Janeiro. Isso indica que a OSX poderá não construir o estaleiro em Santa Catarina, segundo a empresa. No dia 16 de junho, a unidade catarinense do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICM Bio), vinculada ao governo federal, negou a licença para a construção do estaleiro em Biguaçu. O Estaleiro do Açu será dedicado à construção de equipamentos navais, abrangendo uma área total de aproximadamente 320 hectares no Complexo Industrial do superporto do Açu, com uma capacidade de produção anual inicial de aproximadamente 180.000 toneladas por ano de chapas de aço e de 220.000 toneladas de montagem. O cais projetado para o Estaleiro do Açu, com mais de 3.500 metros de extensão, será acessado por um canal interno de navegação, que permitirá também a movimentação eficiente de cargas para empresas de apoio offshore e de produtos siderúrgicos, segundo a LLX.

Os estudos de pré-viabilidade para a implantação do Estaleiro do Açu foram desenvolvidos em conjunto pela LLX e OSX e o seu layout conceitual já foi aprovado pela sócia e parceira tecnológica da OSX, a Hyundai. A OSX iniciou o processo de licenciamento ambiental para a implantação do Estaleiro do Açu perante as autoridades do Rio de Janeiro. O Complexo Industrial do Superporto do Açu deverá movimentar as suas cargas iniciais no primeiro semestre de 2012, segundo a empresa.

Postado por: Cristiano Bitencourt

veja também