MENU

Otimismo com dados dos EUA puxa alta nas bolsas da Ásia

Otimismo com dados dos EUA puxa alta nas bolsas da Ásia

Atualizado: Quarta-feira, 3 Fevereiro de 2010 as 12

As bolsas de valores da Ásia avançaram nesta quarta-feira, dia 3, impulsionadas por ações de petrolíferas e ligadas a matérias-primas depois que Wall Street subiu diante de resultados de empresas dos Estados Unidos e dados da economia do país.

A bolsa de Tóquio subiu 0,32%, a 10.404 pontos, com ganhos nos setores de exportação incentivados pelos fortes dados econômicos dos EUA que minimizaram queda nos papeis da Toyota.

O índice que reúne mercados acionários da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão operava em alta de 2,08% às 7h28 (horário de Brasília), a 396 pontos. O desempenho era apoiado em preços mais firmes de commodities.

Ações de grandes mineradoras australianas que vinham em queda nas últimas semanas sob preocupações sobre aperto monetário na China, o maior consumidor de minério de ferro do mundo, se recuperaram.

"No final do dia, a demanda por commodities continuará razoavelmente forte. Não vejo nada do que aconteceu como sendo capaz de fazer descarrilar essa teoria", disse David Spry, gerente de pesquisa da corretora FW Holst.

A bolsa de Seul teve valorização de 1,2%, Xangai subiu 2,36%, enquanto Hong Kong apurou valorização de 2,22%. Taiwan ganhou 1,6%, Cingapura avançou 1,6% e Sydney se valorizou 0,92%.

O aumento de vendas de moradias usadas nos EUA e sólidos resultados de empresas consideradas termômetros dos setores de consumo e indústria do país apontaram para uma retomada na demanda, o que incentivou ganhos de até 1,3% nos principais índices acionários norte-americanos no overnight.

"Vemos um ano de volatilidade, um ano de consolidação com retornos talvez de um dígito", disse Andrew Orchard, estrategista do Royal Bank of Scotland, em Hong Kong. "Claro que nos próximos meses vamos ver algumas semanas de rali, outras de quedas sustentadas, mas no geral creio que não será muito diferente de onde começamos o ano."

veja também