MENU

Pão de Açúcar reduz venda sem juros e prazo de parcelamento

Pão de Açúcar reduz venda sem juros e prazo de parcelamento

Atualizado: Sexta-feira, 13 Maio de 2011 as 1:26

SÃO PAULO (Reuters) - O Pão de Açúcar vem reduzindo as vendas sem juros e o prazo de parcelamento, como forma de reduzir as despesas financeiras do grupo, maior varejista do país.

Ao oferecer opção de pagamento sem juros e com parcelamento maior, o varejista está financiando o cliente, arcando com o custo financeiro da venda.

No caso da subsidiária Globex, responsável pela venda de eletrodomésticos e eletrônicos, as vendas sem juros --que já chegaram a responder por 70 por cento do total-- estão ao redor dos 50 por cento, disse o vice-presidente comercial da empresa, Roberto Fulcherberguer.

'Estamos aumentando as vendas com juros, isso dá um impacto grande na melhoria da nossa despesa financeira. É uma ação com bastante sustentabilidade', disse o executivo em teleconferência nesta sexta-feira sobre o resultado do Grupo Pão de Açúcar no primeiro trimestre.

Segundo ele, pela posição de liderança de mercado da Globex, que opera as bandeiras Ponto Frio e Casas Bahia, a empresa não vem perdendo vendas ao adotar a estratégia. 'A concorrência vem acompanhando nosso movimento', afirmou.

No caso de alimentos, houve aumento das vendas à vista e redução do número de parcelas nas vendas à prazo, segundo o diretor-executivo do Grupo Pão de Açúcar, José Filippo.

De acordo com o demonstrativo de resultados do Pão de Açúcar, as vendas à vista de alimentos responderam por 53,2 por cento do total de janeiro a março, contra 49,5 por cento um ano antes. 'Reduzimos os prazos, o que já nos diminui a despesa financeira', afirmou Filippo.

No primeiro trimestre, o Grupo Pão de Açúcar teve despesa financeira líquida consolidada de 325,7 milhões de reais, representando 3 por cento das vendas líquidas.

Um ano antes, a despesa tinha sido de 101,2 milhões de reais, ou 1,5 por cento das vendas, enquanto no quarto trimestre foi de 357,8 milhões de reais (3,2 por cento das vendas).

A maior parte da despesa financeira está na venda de eletrodomésticos e eletrônicos.

As ações do Pão de Açúcar tinham desvalorização de 2,22 por cento às 13h03, enquanto o Ibovespa caía 1,05 por cento.

(Reportagem de Cesar Bianconi)

FOnte: G1

veja também