MENU

Para FMI, disputas cambiais ameaçam economia global

Para FMI, disputas cambiais ameaçam economia global

Atualizado: Quinta-feira, 7 Outubro de 2010 as 2:38

As disputas cambiais ao redor do mundo ameaçam prejudicar a economia global, alertou nesta quinta-feira (7) o diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn.   Para ele, o fundo é um fórum apropriado para avançar na resolução de tensões cambiais, inclusive para que a China valorize sua moeda. As declarações foram feitas na abertura das reuniões anuais do FMI e do Banco Mundial.

O sentimento político global não está bom para um Acordo de Plaza em relação ao câmbio, declarou Strauss-Kahn, referindo-se ao acordo alcançado pelo Grupo dos Sete na década de 1980 para coordenar a depreciação do dólar em relação ao iene japonês e ao marco alemão, tal como foi sugerido por Charles Dallara, diretor executivo do Instituto de Finanças Internacionais (IIF) - associação que congrega os maiores bancos do mundo -, no início desta semana.   Strauss-Kahn apoiou, no entanto, o pedido do secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, para que Pequim acelere o ritmo da valorização do yuan para ajudar a desenvolver a reforma na governança do Fundo Monetário Internacional (FMI) a fim de fortalecer a voz e o voto de economias emergentes dinâmicas.

O diretor-gerente do FMI disse que o fundo precisa lançar "uma iniciativa de estabilidade sistêmica" para formar um consenso sobre as políticas cambiais mundiais. Japão, Coreia do Sul e Brasil permitiram a desvalorização das suas moedas na últimas semanas.     Postado por: Guilherme Pilão

veja também