MENU

Partido na Finlândia desiste de governo devido à ajuda a Portugal

Partido na Finlândia desiste de governo devido à ajuda a Portugal

Atualizado: Quinta-feira, 12 Maio de 2011 as 10:36

HELSINQUE - O líder do partido nacionalista Verdadeiros Finlandeses (True Finns), Timo Soini, afirmou que sua sigla não tomará parte na próxima coalizão de governo do país, informou a rede de televisão pública finlandesa YLE nesta quinta-feira. O partido não aceita um acordo entre o Partido Social Democrata e a Coalizão Nacional para conceder socorro financeiro a Portugal, informou a emissora em seu site.

"Seria bom fazer parte do governo, mas você não pode se trair", avaliou Soini. A decisão foi tomada pelo próprio partido e pelo primeiro-ministro designado Jyrki Katainen, segundo a reportagem. Katainen deve começar o diálogo formal para a formação da coalizão no dia 18, com o Partido Social Democrata como o mais provável parceiro do governo.

No início da semana, uma fonte do governo já havia anunciado que o país apoiaria o pacote de ajuda da União Europeia a Portugal, apesar da oposição dos nacionalistas eurocéticos dos Verdadeiros Finlandeses. No mês passado, o partido de extrema-direita obteve 20% dos votos em eleições gerais, com uma plataforma exigindo que a Finlândia, um dos mais ricos países da zona do euro, retirasse seu apoio à ajuda financeira aos portugueses.

A União Europeia e o Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciaram no início do mês um socorro financeiro de 78 bilhões de euros para Portugal. É o terceiro país da zona do euro a pedir ajuda externa, depois de Grécia e Irlanda. No caso da Finlândia, o Parlamento nacional precisa aprovar esse tipo de pacote de ajuda. As informações são da Dow Jones.

veja também