MENU

Petrobras confirma vazamento de cerca de 70 litros de água oleosa na Bacia de Santos

Vazamento de água oleosa na Bacia de Santos

Atualizado: Sexta-feira, 24 Fevereiro de 2012 as 9:07

A bacia de Santos sofreu mais um incidente envolvendo o derramamento de óleo no mar. Dessa vez, o navio FPSO Cidade de Santos, que opera no pós-sal do campo de Uruguá, foi palco de um derrame de aproximadamente 70 litros de água oleosa do convés da embarcação para o mar por volta das 7h do dia 18. O navio é operado pela Modec, que presta serviço para a Petrobras.

"O incidente ocorreu logo após uma paralisação programada das atividades da plataforma, para manutenção de equipamentos", diz a Petrobras, em nota.

Segundo a estatal, a Modec informou a ocorrência à Marinha e solicitou apoio da Petrobras para a realização de dispersão mecânica do volume derramado.

A Petrobras mobilizou dois barcos especializados e uma aeronave, e notificou o fato, também, à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), à Cetesb e, novamente, à Marinha.

"Ao final do dia, já não restavam vestígios de água oleosa no mar", ressalta a estatal, acrescentando que a Modec está investigando as causas do derrame de água oleosa.

Últimas ocorrências

Há uma semana, a Petrobras informou ter reduzido a produção de petróleo na P-43, na Bacia de Campos, de 90 mil barris por dia para 75 mil barris por dia, após vazamento em tubulação ocorrido na segunda-feira (13).

No final de janeiro, a Petrobras detectou um vazamento estimado em 160 barris no prospecto Carioca Nordeste, na área do pré-sal da bacia de Santos. As ações de contingência no local já foram concluídas, uma vez que a companhia não identificou mais manchas de óleo no mar.

veja também