MENU

Petróleo cai a US$ 85 em NY, após renúncia de Mubarak

Petróleo cai a US$ 85 em NY, após renúncia de Mubarak

Atualizado: Sábado, 12 Fevereiro de 2011 as 9:53

Os preços do petróleo caíram nesta sexta-feira em Nova York, depois do anúncio da renúncia do presidente egípcio, Hosni Mubarak, mas se mantiveram em leve alta em Londres, sinal da prudência dos operadores.

No Nymex (New York Mercantile Exchange), o barril de WTI (designação do "light sweet crude" negociado nos EUA) para entrega em março fechou em US$ 85,58 --menor nível desde 12 de novembro--, baixa de 1,32% em relação à quinta-feira.

Por outro lado, no IntercontinentalExchange de Londres, o barril de Brent --de referência na Europa-- com igual vencimento ganhou 0,5%, a US$ 101,43.

Os preços orientaram-se para baixo em Nova York "depois da renúncia do presidente Mubarak", explicou Andy Lipow, da Lipow Oil Associates.

"Na Europa, as pessoas esperavam ver como a situação no Egito evoluirá nas próximas semanas", completou o analista, afirmando que o continente está mais exposto ao abastecimento de hidrocarbonetos provenientes do Oriente Médio.

O Egito controla duas rotas estratégicas para o transporte de petróleo dos países do Golfo para a Europa: o canal de Suez e o oleoduto Suez-Mediterrâneo (Sumed).

O presidente egípcio finalmente renunciou nesta sexta-feira, repudiado nas ruas, e entregou o poder ao exército.

"Os incidentes no Oriente Médio não afetam diretamente o mercado americano, afirmou Rich Ilczyszyn, do Lind-Waldock. "A volatilidade é menor" sobre os preços nova-iorquinos "que sobre o Brent".

"O que me preocupa é a possibilidade de propagação" dos incidentes a outros países da região, completou. "Na minha opinião, isso não terminou. A incerteza ainda é grande".  

veja também