MENU

Petróleo tem forte alta diante de queda nos estoques dos EUA

Petróleo tem forte alta diante de queda nos estoques dos EUA

Atualizado: Quinta-feira, 30 Junho de 2011 as 9:15

O dia foi marcado pela aprovação do pacote de austeridade pelo parlamento grego. O resultado, entretanto, tão aguardado pelo mercado, não teve impacto significativo sobre o preço do barril.

Os analistas consideraram que a notícia era esperada e, que por isso, já estava precificada. O embate entre oferta e demanda predominou sobre a negociação, impactado pelo relatório de estoques dos EUA.

O contrato do WTI com vencimento em agosto teve alta de US$ 1,88, para fechar em US$ 94,77, o maior nível desde junho do ano passado. O ativo para setembro subiu US$ 1,86, para US$ 95,32.

Em Londres, o Brent para agosto ganhou US$ 3,62 e encerrou o dia a US$ 112,40; o vencimento de setembro avançou US$ 3,62, para US$ 112,38.

Os estoques de petróleo cru dos EUA reduziram em 4,4 milhões de barris na semana encerrada no dia 24 de junho. As reservas de gasolina também tiveram baixa, de 1,4 milhões de barris.

O recuo nas reservas do maior consumidor mundial de petróleo ultrapassou em muito as expectativas dos analistas. A Platts, consultoria que acompanha o mercado da commodity, esperava para o petróleo cru um declínio muito inferior, próximo de 1,7 milhões de barris.

Com a alta de hoje, o petróleo recupera-se de todo o recuo observado desde que a Agência Internacional de Energia anunciou, na semana passada, que vai liberar ao mercado 60 milhões de barris de sua reserva estratégica.

A informação levou a uma pressão de baixa nos preços, com base no temor de que não haja demanda suficiente para o acréscimo.

veja também