MENU

Postos preveem alta da gasolina nos próximos dias

Postos preveem alta da gasolina nos próximos dias

Atualizado: Terça-feira, 2 Fevereiro de 2010 as 12

A Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis) afirmou nesta terça-feira que os postos de combustíveis em todo o País devem receber gasolina com preços elevados já nos próximos dias. Segundo as distribuidoras, a alta se deve, em parte, à redução do percentual de álcool anidro na gasolina, de 25% para 20%, que vigora desde o dia 1° de fevereiro.

A Fecombustíveis disse o governo não anunciou redução de carga tributária para compensar o maior custo da gasolina, o que auxilia no aumento do preço. A entidade afirma que questão logística também deve ter impacto sobre os preços de atacado "porque algumas regiões do País se encontram no limite da capacidade de produção de gasolina e precisarão receber produto de outras localidades para suprir o aumento na demanda".

A instituição disse que não faz projeções sobre o aumento do preço final da gasolina para os consumidores porque essas previsões poderiam gerar atrito com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Ainda segundo a representante, a Petrobras informou durante reunião na Agência Nacional do Petróleo (ANP) com agentes de mercado que custos adicionais com fretes na transferência de produto deverão ser assumidos pelas companhias distribuidoras, que poderão repassá-los aos postos revendedores.

Segundo o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes (Sindicom), as vendas de etanol hidratado diminuíram 30% em janeiro.

A Fecombustíveis representa os interesses de cerca de 35 mil postos de serviços que atuam em todo o território nacional, 471 Transportadores Revendedores Retalhistas (TRRs) e 32 mil revendedores de gás liquefeito de petróleo (GLP).

veja também