MENU

Preços do etanol caem em 21 Estados do País

Preços do etanol caem em 21 Estados do País

Atualizado: Segunda-feira, 13 Junho de 2011 as 11:04

Os valores médios do etanol hidratado caíram nos postos de 21 Estados brasileiros na semana passada, de acordo com dados coletados pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e compilados pelo AE Taxas, da Agência Estado. Houve aumento de preços no Acre, no Amapá, no Ceará, no Paraná e no Distrito Federal. Em Roraima, os valores médios ficarem estáveis.

A queda semanal média nos postos brasileiros avaliados pela ANP foi de 1,34%, para R$ 1,913 o litro, o que levou o etanol a 69,06% dos R$ 2,770 cobrados pelo litro da gasolina no País. Com isso, apesar de a gasolina ter vantagem na maioria das unidades da federação, se considerada a média dos preços do País o uso do etanol é mais vantajoso para o consumidor que possuir um veículo flex (bicombustível). Em um mês, a queda acumulada do etanol na média brasileira chega a 13,98%.

A vantagem do etanol é calculada considerando que o poder calorífico do motor a álcool é de 70% do poder nos motores à gasolina - ou seja, o motorista tem vantagem econômica com o preço do combustível de cana até esse porcentual do valor cobrado nos postos pelo derivado de petróleo.

A maior queda nos preços do etanol, de 4,84%, foi registrada nos postos de Tocantins. De acordo com os dados apurados pela ANP, o preço médio do litro do etanol naquele Estado variou de R$ 2,148 para R$ 2,044 na semana passada e chegou a 69,74% de paridade com a gasolina, que custa em média R$ 2,931. Em São Paulo, maior produtor nacional do combustível, o preço recuou 1,73% na semana passada e acumulou queda de 15,78% no mês. O litro do hidratado nos postos paulistas ficou em R$ 1,649 em média na última semana, ante R$ 1,678 na semana anterior.

Em Minas Gerais, segundo maior produtor, o preço do hidratado caiu 1,29% na semana, de R$ 2,097 para R$ 2,07. No Paraná, terceiro maior produtor, o valor médio subiu 0,11%, de R$ 1,715 para R$ 1,717 o litro. No entanto, em Minas Gerais ainda é mais vantajoso ao consumidor abastecer com gasolina, já que a paridade é de 73,82%. No Paraná, o etanol é mais vantajoso, com paridade em 64,84%.

No Brasil, o menor preço médio para o etanol foi registrado em Mato Grosso, de R$ 1,505 por litro. O preço médio máximo foi de R$ 2,563 por litro, no Acre. O menor valor em um posto foi registrado no Estado de São Paulo, de R$ 1,34 o litro, enquanto o maior custo apareceu em um posto do Pará, de R$ 3,10 o litro.

Etanol x gasolina

Os preços da gasolina seguem mais competitivos que os do etanol em 21 estados brasileiros e no Distrito Federal, de acordo com os dados da ANP. Já o preço do etanol é mais vantajoso que o da gasolina para os consumidores de Goiás, Mato Grosso, Paraná, São Paulo e Tocantins.

Mato Grosso segue como o Estado em que o etanol é mais competitivo, com 55,68% do valor médio da gasolina. Na semana passada, os consumidores mato-grossenses pagaram R$ 1,505, em média, pelo preço do álcool e R$ 2,703 pelo da gasolina. Em São Paulo, que concentra quase 60% do consumo de etanol, a proporção está em 61,76%, com o preço médio de R$ 1,649 para o combustível de cana-de-açúcar e R$ 2,67 para o de petróleo.

A gasolina está mais vantajosa principalmente no Piauí, onde a paridade com o etanol chegou a 90,87%. No Estado, a gasolina custa em média R$ 2,575 o litro e o etanol, R$ 2,34. No Amapá, a paridade foi de 86,52% e, no Amazonas, atingiu 86,41%. No cálculo são utilizados valores médios coletados em postos de todos os Estados e no Distrito Federal.              

veja também