MENU

Preços dos alimentos pesam e deflação pelo IPC-S é menor, diz FGV

Preços dos alimentos pesam e deflação pelo IPC-S é menor, diz FGV

Atualizado: Segunda-feira, 8 Agosto de 2011 as 10:42

O Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) voltou a apresentar deflação na semana encerrada em 7 de agosto, mas a queda é menor do que a apresentada nas duas semanas anteriores, divulgou nesta segunda-feira (8) a  Fundação Getúlio Vargas ( FGV ).

O indicador caiu 0,01%, sobre queda de 0,04% na semana anterior . Duas semanas antes, o recuo havia sido ainda maior, de 0,11%.

A queda mais fraca foi influenciada por cinco das sete classes de despesa que compõem o índice, que apresentaram acréscimos em suas taxas de variação de preços, segundo a FGV.

A principal contribuição partiu do grupo alimentação, cuja queda passou de 0,67% na semana anterior para  recuo de 0,48% nesta apuração. O destaque é o comportamento das frutas (-1,99% para -0,63%), laticínios (0,17% para 0,49%) e carnes bovinas (-0,23% para -0,11%).

Também registraram acréscimo em suas taxas de variação os grupos educação, leitura e recreação (-0,23% para -0,17%), habitação (0,26% para 0,31%), despesas diversas (0,06% para 0,10%) e saúde e cuidados pessoais (0,31% para 0,34%).

Nessas classes de despesa, destacam-se os itens show musical (-2,41% para -0,68%), material para limpeza (0,92% para 1,04%), cerveja (-0,25% para 0,19%) e artigos de higiene e cuidado pessoal (-0,17% para 0,11%), respectivamente.

Os grupos vestuário (0,42% para -0,22%) e transportes (0,33% para 0,20%), contudo, registraram quedas nas taxas. As principais influências partiram dos itens roupas (0,36% para -0,30%) e álcool combustível (3,83% para 2,90%), respectivamente, diz a FGV.            

veja também