MENU

Preços no varejo paulistano sobem 0,16% em abril, diz Fecomercio-SP

Preços no varejo paulistano sobem 0,16% em abril, diz Fecomercio-SP

Atualizado: Quarta-feira, 20 Maio de 2009 as 12

Os preços no comércio varejista paulistano subiram 0,16% em abril, segundo levantamento divulgado nesta terça-feira, 19 de maio, pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP).

A taxa apurada foi exatamente a metade da observada em março, quando o Índice de Preços no Varejo (IPV) apresentou alta de 0,32%. No primeiro quadrimestre deste ano, os preços acumulam variação positiva de 0,07% e, no acumulado dos últimos 12 meses até abril, a elevação é de 4,06%.

De acordo com a economista da Fecomercio-SP Júlia Ximenes, o IPV apresenta alta em menor proporção porque não há pressões significativas nos preços, principalmente no segmento alimentício, que tem maior peso no bolso do consumidor paulistano. Além deste fato importante, ela destacou que o número de setores pesquisados que apresentaram queda no levantamento da entidade aumentou, passando de sete para 11 entre março e abril.

Entre os setores que contêm a parte de alimentos, a Fecomercio-SP mencionou que, após três altas consecutivas causadas por instabilidades climáticas, o de feiras teve queda de 2,68% em abril, com destaque para as variações verificadas em verduras (-4,60%), frutas (-3,53%), legumes (-3,02%) e aves (-2,05%). No ano, o setor acumulou ainda alta, de 9,72%, a maior entre os grupos pesquisados.

Entre os setores com alta mais importante para a composição do IPV de abril, a Fecomercio-SP citou que o de drogarias e perfumes chamou mais a atenção, com variação de 3,32%, puxada basicamente pelo reajuste recente nos preços dos remédios ainda em março.

Já os preços dos setores de eletrodomésticos (-0,91%) e material de construção (-0,53%) foram favorecidos pela redução o Imposto sobre Produtos Industrializado (IPI). A parte de linha branca, que inclui geladeiras, contou com decréscimo de 2,08% em abril.

veja também