MENU

Premiê grego fala com Merkel e Sarkozy para tentar evitar quebra

Premiê grego fala com Merkel e Sarkozy para tentar evitar quebra

Atualizado: Quarta-feira, 14 Setembro de 2011 as 8:53

                                      Para tentar evitar a quebra do país, o primeiro-ministro grego, George Papandreou, entrará em contato com o presidente francês, Nicolas Sarkozy, e a chanceler alemã, Angela Merkel. A conversa, segundo divulgado pelo escritório de Papandreou, está marcada para as 13h (horário de Brasília) e será por teleconferência.

A atenção dos mercados está centrada em uma possível solução para que a Grécia possa cumprir suas obrigações de pagamento e não arrastar outros integrantes da zona do euro.

Cortes Antes do contato telefônico, o chefe do governo grego se reunirá com seus ministros para revisar o programa de cortes de despesas, privatizações e reformas estruturais com o qual espera arrecadar 78 bilhões de euros até 2015.

A Grécia depende do cumprimento desse programa para que os parceiros da zona do euro e do Fundo Monetário Internacional (FMI) liberem 8 bilhões de euros nas próximas semanas, como parte do resgate de 110 bilhões que lhe concederam em maio de 2010.

Este sexto lance da ajuda é essencial para que a Grécia não caia em moratória. As autoridades gregas advertiram que só têm fundos até outubro.

Papandreou tentará também que seus parceiros se comprometam a liberar o segundo resgate, de 160 bilhões de euros, estipulado em 21 de julho e que ainda deve ser aprovado pelos Parlamentos nacionais dos países que participam da ajuda externa.          

veja também