MENU

Previdência registra superávit em julho, mostra ministério

Previdência registra superávit em julho, mostra ministério

Atualizado: Sexta-feira, 27 Agosto de 2010 as 10:48

A Previdência Social registrou superávit no setor urbano em julho, segundo informou nesta quinta-feira (26) o Ministério da Previdência.

No período, o saldo positivo entre arrecadações e despesas foi de R$ 1,295 bilhão. Desse valor estão excluídos o pagamento de sentenças judiciais e a compensação previdenciária entre o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e os Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) de estados e municípios.

De acordo com o balanço, o superávit urbano de julho é 22% maior que o registrado em junho. Naquele mês, a arrecadação superou o pagamento de benefícios em R$ 1,064 bilhão. Em relação ao mesmo período do ano passado, o crescimento foi de 206%. Naquele mês, o superávit foi de R$ 423 milhões. A arrecadação líquida urbana registrou, na série histórica, o seu segundo maior valor, R$ 16,4 bilhões, descontados os meses de dezembro, quando há o pagamento do 13º salário.

O pagamento de benefícios no meio urbano gerou despesa de R$ 15,159 bilhões, valor 0,3% acima do verificado no mês anterior, quando foram registrados R$ 15,119 bilhões. Em ao gasto em julho de 2009, R$ 14,120 bilhões, houve crescimento de 7,4%.

No acumulado, o resultado positivo soma R$ 4,490 bilhões. Outros superávits, na previdência urbana, foram registrados em março, abril, maio e junho, segundo a Previdência.

Razões

A Previdência atribui o desempenho favorável das contas da Previdência neste mês ao aumento dos empregos formais. Com base nos dados de junho divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), foram criados 212.952 postos de trabalho com carteira assinada no país.

"O repasse das contribuições recolhidas pelas empresas, relativas a esses novos empregados, provocou um impacto positivo no fluxo de caixa da Previdência em julho", informou por meio de nota.

Benefícios

Em julho, a Previdência pagou 23,117 milhões de benefícios, um aumento de 3,2% em comparação ao mesmo período do ano passado. Nesta soma, são considerados os benefícios previdenciários e acidentários.

Benefícios rurais

De acordo com a Previdência, a arrecadação líquida rural também registrou crescimento. Em relação a junho, a alta foi de 1,3%. Foram arrecadados R$ 389,6 milhões em julho contra R$ 384,6 milhões no mês anterior. Na comparação com julho de 2009 houve crescimento de 3,1%.

Em relação a junho, a despesa com pagamento de benefícios para o setor rural apresentou aumento de apenas 0,3%. O pagamento para essese segurados em julho foi de R$ 3,798 bilhões. Em junho, foi de R$ 3,788 bilhões.

Em relação a julho do ano passado, houve aumento de 7,4%. No período, foram pagos R$ 3,538 bilhões.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também