MENU

Reabertura da Bolsa do Egito é adiada novamente

Reabertura da Bolsa do Egito é adiada novamente

Atualizado: Terça-feira, 1 Março de 2011 as 8:35

A Bolsa de Valores do Egito decidiu adiar novamente nesta terça-feira a retomada de suas operações, que foram interrompidas no fim de janeiro. Desta vez, o adiamento foi causado por razões técnicas.

As atividades seriam retomadas nesta terça-feira, mas o chefe do escritório de regulação financeira, Ashraf al Sharqaui, indicou que razões técnicas impedem a Bolsa de operar normalmente.

No último pregão da Bolsa do Egito, em 27 de janeiro, seu principal indicador, o EGX-30, caiu 10,52%, um dia antes de ter registrado baixa de 6,14%.

As operações não foram restabelecidas desde então, primeiro pelos tumultos vinculados com a rebelião popular que levou à queda de Hosni Mubarak, em 11 de fevereiro, e depois por problemas derivados do fechamento das atividades bancárias.

Sharqaui divulgou ao diário independente "Al Shoruq" que ontem se descobriu que faltavam dados de algumas pessoas e por isso alguns agentes da Bolsa pediram para que a volta das operações fosse adiada "até que atualizem os dados de seus clientes".

"Decidimos respeitar este desejo para conseguir a igualdade e o começo com todos os códigos de uma vez", acrescentou.

Além disso, Sharqaui disse que o Ministério das Finanças decidiu na noite de segunda-feira apoiar os agentes da bolsa com 250 milhões de libras egípcias (US$ 45 milhões), um montante que será distribuído segundo seu volume de operações e número de clientes.

A decisão foi tomada apesar de ontem o presidente da Bolsa do Egito, Khaled Serry, ter confirmado em entrevista coletiva que as operações da Bolsa seriam retomadas nesta terça-feira, de acordo com uma ordem recebida pelo Conselho de Ministros.

veja também