MENU

Receita e PF deflagram operação contra fraudes no Imposto de Renda

Receita e PF deflagram operação contra fraudes no Imposto de Renda

Atualizado: Terça-feira, 22 Março de 2011 as 9:55

A Secretaria da Receita Federal e a Polícia Federal informaram nesta terça-feira (22) que foi deflagrada a “Operação Hiena”, no Piauí, com objetivo de desarticular quadrilha acusada de fraudar declarações do imposto sobre a renda da pessoa física para a obtenção de restituições indevidas.

De acordo com o Fisco, as investigações duraram cerca de um ano e identificaram "indícios da prática de vários crimes", como: falsificação de documento público, falsidade ideológica, formação de quadrilha, sonegação fiscal e crimes contra a ordem tributária.

Os valores restituídos indevidamente eram sacados por integrantes da quadrilha que usavam procurações ou documentos falsos, informou o órgão. Em outra versão da fraude descoberta, pessoas recrutadas forneciam seus dados pessoais para que a quadrilha, por meio de declarações falsas, criasse restituições indevidas de Imposto de Renda.

A operação contou com a participação de 15 servidores da Receita Federal e 120 policiais federais que cumpriram 34 mandados de busca e apreensão e cinco mandados de prisão no Piauí.

A Operação Hiena,. de acordo com o Fisco, é uma das diversas operações que a Receita Federal realizará em todo o País até maio com objetivo de impedir fraudes nas declarações de ajuste anual do Imposto sobre a Renda Pessoa Física.

Investigações

Estas operações, realizadas em conjunto com o Ministério Público Federal e a Polícia Federal, identificam, além dos mentores das fraudes, beneficiários do esquema. Segundo a Receita Federal, estes contribuintes deverão pagar os valores recebidos indevidamente com juros e multa de até 225% do valor devido e poderão responder criminalmente pelas fraudes, já que nestes casos os auditores fiscais da Receita encaminham ao Ministério Público informação sobre as fraudes identificadas e os contribuintes que se utilizaram delas.

veja também