MENU

Safra estimula produtores a fecharem negócios no Show Rural

Safra estimula produtores a fecharem negócios no Show Rural

Atualizado: Sexta-feira, 11 Fevereiro de 2011 as 8:55

A boa safra estimulou os produtores a fecharem negócios no Show Rural, que termina nesta sexta-feira (11), em Cascavel, no Paraná. Na exposição, houve aumento nas vendas em comparação com o ano passado.

Foram três dias e três noites de viagem e a caravana de Palmeiras dos Índios, em Alagoas chegou com pique à Cascavel. “Nós viemos atrás da informação, do conhecimento porque isso é interessante demais a gente passar para nossa região, para os agricultores e nossa liderança”, disse o avicultor Manoel da Silva.

O Show Rural recebeu visitantes de 20 países, entre eles Estados Unidos e África do Sul. Desde segunda-feira (07) mais de 153 mil pessoas passaram por pelo lugar e o resultado foram corredores cheios com muitas pessoas interessada nos lançamentos. O tomate-chocolate ganhou o nome pela cor. O sabor não é nada doce, pelo contrário, é mais amargo que a variedade tradicional.

A colheitadeira de última geração exposta na feira tinha até simulador e era o vídeo-game do campo. Dentro da cabine, o agricultor aprendeu a mexer no equipamento e acabou sendo seduzido pela tecnologia.

Neste ano, muitos produtores foram ao Show Rural dispostos a fechar negócio. Eles querem levar tecnologia para a propriedade.

O agricultor Edson Pissaia ficou em dúvida em relação ao modelo e, depois de muita procura, escolheu a colheitadeira. Mas, antes de assinar o contrato tentou um desconto. “O valor ainda está em negociação, mas gira em torno de R$ 290 mil a R$ 300 mil. Para pagar, estamos encaminhando através de programas do governo federal”, explicou.

O agricultor Ademir Brum gastou um milhão de reais. Ele financiou 60% desse valor. “Vale a pena. Eu estou contente”, disse.

As vendas em alta são o reflexo da boa fase do agronegócio. Com dinheiro no bolso, o produtor não pensa duas vezes e investe. “Nós tivemos um número de visitantes superior ao ano passado e tivemos também um incremento de vendas em 50% este ano comparado com o ano de 2010”, calculou Dilvo Grolli, presidente da Coopavel.

veja também