MENU

Saiba o momento certo de fazer empréstimos

Saiba o momento certo de fazer empréstimos

Atualizado: Quinta-feira, 26 Junho de 2008 as 12

A taxa básica de juros aumentou de 11,75% para 12,25% na última reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central (BC). É a taxa de juros real (descontada a inflação) mais alta do planeta. Uma pesquisa realizada pelo Banco Central aponta que os juros bancários medidos em maio chegaram a 37,6% ao ano, os mais altos desde abril de 2007. Considerando que o aumento na taxa básica de juros pode trazer ainda novos aumentos nas taxas de juros cobradas pelos bancos, os produtos financeiros podem ficar ainda mais caros.

A hora é de poupar e investir, e não de pegar empréstimos. E o povo brasileiro está aprendendo aos poucos que a atitude de poupar é importante para realizar sonhos e ter uma boa saúde financeira. A pesquisa realizada pelo BC aponta também para uma queda no endividamento das famílias, apesar da crescente oferta de crédito para pessoas físicas. Essa consciência de poupar é importante inclusive para evitar o consumo excessivo através do crédito caro, que contribui, em muito, para volta da inflação.

Vilão dos juros altos: O Cheque especial.

Ao aceitar um bom limite de cheque especial, lembre-se que as taxas de juros cobradas por estes serviços custam 157,1% ao ano, após o aumento de 4,4 pontos no último mês de maio. No ano, a elevação já chega a 19%.

Busque alternativas:

1. Empréstimos com parentes ou amigos geralmente são a alternativa com menores taxas de juros. Ainda há a possibilidade do empréstimo trazer um retorno bem interessante para quem empresta. Mas o princípio fundamental dessa análise de crédito é a confiança entre as partes.

2. Os empréstimos para pessoa física apresentam taxas de juros bem mais atraentes do que o cheque especial. As taxas médias das operações tradicionais de crédito pessoal baixaram 4,7 pontos percentuais em maio, para 63% frente aos 67,7% em abril. No ano, aumentou 3,9 pontos percentuais.

3. Financie seu veículo novo e venda o antigo para quitar o cheque especial e o cartão de crédito. O custo médio do empréstimo para aquisição de veículos está 30,6% ao ano em maio - bem mais baixo que os juros do cheque especial e do cartão de crédito.

veja também