MENU

Santa Catarina irá exportar carne suína para EUA

Santa Catarina irá exportar carne suína para EUA

Atualizado: Sexta-feira, 23 Janeiro de 2009 as 12

Santa Catarina será o primeiro estado brasileiro a exportar carne suína aos Estados Unidos. A autorização prévia foi comunicada ao governador Luiz Henrique nesta quinta-feira (22) pelo governo norte-americano. "Este é o primeiro passo para concretização da venda desta carne para o mercado mais exigente do mundo", afirmou o governador. Ele repassou a informação à Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora da Carne Suína.

Segundo o diretor de Qualidade e Defesa Agropecuária da Secretaria da Agricultura, Roni Barbosa, as próximas etapas serão missões técnicas ao Estado para avaliar o setor produtivo catarinense. A certificação internacional de estado livre de febre aftosa sem vacinação foi o fator decisivo para a liberação do governo americano, além da qualidade do produto catarinense. "Os Estados Unidos, há quase 100 anos, erradicaram a febre aftosa", afirmou Barbosa.

Dados da Secretaria da Agricultura estimam a produção em Santa Catarina de 700 mil toneladas no ano passado - cerca de R$ 9,5 milhões de cabeças de suínos. O consumo no Estado foi de 130 mil toneladas, sendo que o restante da produção foi destinada a outros estados e países. Em 2005, antes do embargo russo à carne catarinense, Santa Catarina exportava 281 mil toneladas. Nos anos seguintes, passou a exportar cerca de 180 mil por ano.

"Com este embargo, o Estado teve que buscar novos mercados em outros países para compensar este volume de produção, como Chile, Japão e México", explica Barbosa. Os principais países importadores atualmente da carne suína catarinense são Hong Kong, Ucrânia, Cingapura, Argentina, Angola, Albânia, Moldavia e Uruguai.

veja também