MENU

Setor público tem déficit nominal de R$ 14,7 bi em maio

Setor público tem déficit nominal de R$ 14,7 bi em maio

Atualizado: Terça-feira, 29 Junho de 2010 as 4:02

O setor público registrou em maio déficit nominal de R$ 14,761 bilhões, de acordo com dados divulgados hoje pelo Banco Central (BC). Em maio do ano passado, o setor público teve déficit nominal de R$ 11,474 bilhões. No mês passado, o saldo nominal negativo foi determinado pelo déficit de R$ 12,306 bilhões do governo central (Tesouro, Previdência e Banco Central) e pelo déficit de R$ 3,713 bilhões dos governos regionais, que foram ligeiramente amenizados pelo superávit nominal de R$ 1,258 bilhão do conjunto das empresas estatais, com destaque para as empresas federais, cujo resultado positivo foi de R$ 1,065 bilhão. O déficit nominal corresponde ao resultado do setor público já descontado o pagamento de juros da dívida. De janeiro a maio deste ano, o setor público tem déficit nominal de R$ 37,608 bilhões, o correspondente a 2,69% do PIB, ante R$ 33,552 bilhões (2,73% do PIB) em igual período do ano passado. Nos cinco primeiros meses do ano, o governo central tem déficit nominal de R$ 26,934 bilhões (1,93% do PIB); os governos regionais, déficit de R$ 9,903 bilhões (0,71% do PIB); e as empresas estatais, déficit de R$ 772 milhões (0,06% do PIB). No acumulado dos 12 meses encerrados em maio, o saldo nominal é negativo em R$ 108,678 bilhões (3,28% do PIB). Até abril, o resultado em 12 meses era negativo em R$ 105,391 bilhões (3,21% do PIB). Nos 12 meses terminados em maio, o governo central contribuiu com um déficit de R$ 95,855 bilhões (2,89% do PIB), os governos regionais com déficit de R$ 15,189 bilhões (0,46% do PIB) e as estatais com superávit de R$ 2,366 bilhões (0,07% do PIB).

Juros

O gasto com juros no setor público atingiu R$ 16,191 bilhões em maio, segundo os dados do BC. A despesa foi superior à observada em abril, quando foram gastos R$ 14,485 bilhões. Um ano atrás, em maio de 2009, a despesa havia sido de R$ 12,593 bilhões. Segundo o BC, a maioria da despesa registrada no mês passado foi de responsabilidade do governo central, que pagou R$ 10,874 bilhões em juros aos credores da dívida. No mesmo período, o desembolso dos governos regionais somou R$ 5,182 bilhões e as estatais pagaram R$ 134 milhões.

No acumulado de janeiro a maio, o gasto com juros nominais somou R$ 75,654 bilhões, o equivalente a 5,42% do PIB. Em igual período de 2009, o gasto havia sido menor, de R$ 65,431 bilhões, o equivalente a 5,33% do PIB. No acumulado de 12 meses até maio, o setor público desembolsou R$ 179,363 bilhões em pagamento de juros aos credores da dívida, também correspondente a 5,42% do PIB.

veja também