MENU

Setor serviços da zona do euro cresce menos em janeiro

Setor serviços da zona do euro cresce menos em janeiro

Atualizado: Quarta-feira, 3 Fevereiro de 2010 as 12

O setor de serviços da zona do euro expandiu-se em ritmo menor em janeiro, devido a uma maior desigualdade entre os países, mas de forma geral as empresas mostraram-se mais otimistas sobre o futuro, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira, dia 3.

O índice Markit, feito com cerca de 2 mil empresas, caiu para 52,5 em janeiro, contra 53,6 em dezembro. Apesar da queda, esse é o quinto mês consecutivo de leituras acima da marca de 50 que divide o crescimento da retração.

Enquanto Alemanha, França e Itália continuaram registrando forte expansão do setor de serviços, o da Espanha contraiu-se pelo 25º mês seguido.

O componente de expectativas aumentou para 67,2 em janeiro, comparado a 65,7 em dezembro. O de emprego passou para 46,2 no mês passado, ante 46,4 no anterior (dado revisado).

Vendas no varejo

Também nesta quarta-feira, a agência oficial de estatísticas europeia, Eurostat, informou que as vendas no varejo nos 16 países que usam o euro ficaram estáveis em dezembro do ano passado na comparação com novembro e caíram 1,6% em relação a dezembro de 2008. Os números indicam que, com o desemprego crescente, os gastos dos consumidores ainda precisam ter suporte para o crescimento.

A estabilização das vendas ante novembro foi inesperada. Economistas projetavam crescimento de 0,4% nas vendas em dezembro ante novembro. O dado de novembro foi levemente revisado e agora mostra que as vendas recuaram 0,5% ante outubro. Originalmente, a Eurostat havia informado queda de 1,2%.

As vendas de alimentos e bebidas subiram 0,3% em dezembro, em comparação com novembro, e 0,1% ante dezembro de 2008. Já as vendas de produtos não alimentícios declinaram 0,2% no mês e 2,2% no ano. Nos 27 países membros da União Europeia, as vendas caíram 0,1% no mês e 1,0% no ano.

veja também