MENU

Tóquio cai 1,9% com alta do euro e temor sobre China

Tóquio cai 1,9% com alta do euro e temor sobre China

Atualizado: Terça-feira, 30 Novembro de 2010 as 9:09

A Bolsa de Tóquio fechou em forte queda, com o enfraquecimento do euro e o temor de um aumento dos juros na China afetando as ações de empresas exportadoras, como Honda e Canon, e levando o índice Nikkei 225 ao seu maior declínio porcentual desde 12 de outubro  

A Bolsa de Tóquio fechou em forte queda, com o enfraquecimento do euro e o temor de um aumento dos juros na China afetando as ações de empresas exportadoras, como Honda e Canon, e levando o índice Nikkei 225 ao seu maior declínio porcentual desde 12 de outubro. O índice caiu 188,95 pontos, ou 1,9%, e fechou aos 9.937,04 pontos, na mínima e, pela primeira vez desde 17 de novembro, abaixo dos 10 mil pontos. Os mercados em geral já abriram em queda, atingidos pela nova desvalorização do euro diante do iene, provocada pelas preocupações com a crise da dívida soberana na Europa, bem como pela realização de lucros em ações que tiveram bom desempenho em novembro. As ações de exportadoras ligadas ao euro, como Honda e Canon, foram abaladas logo cedo, mas o mercado ainda recebeu um segundo golpe com a queda da Bolsa de Xangai à tarde, ante a expectativa de um aumento da taxa de juros na China em dezembro. Isso prejudicou os papéis da Hitachi Construction Machinery, da Fanuc e de outras companhias pesadamente expostas à China. "Uma vez que os investidores começam a olhar para o ano que vem, há alguma cautela sobre o crédito europeu, a perspectiva econômica do Japão, o problema da Coreia do Norte e as condições econômicas dos EUA", disse Yoshihiro Ito, estrategista da Okasan Online Securities. Ele acrescentou, contudo, que as previsões corporativas do Japão continuam positivas com o dólar agora negociado acima de 84 ienes. As informações são da Dow Jones

veja também