MENU

Um dia após Copom, dólar opera com desvalorização

Um dia após Copom, dólar opera com desvalorização

Atualizado: Quinta-feira, 3 Setembro de 2009 as 12

O dólar comercial opera com baixa na abertura dos negócios nesta quinta-feira, 3 de setembro. Trata-se da segunda desvalorização seguida, após oito altas consecutivas que fizeram a moeda superar a marca de R$ 1,90 no início da semana. Por volta das 13hs, a moeda estava a R$ 1,875 na venda, decréscimo de 0,53%.

O mercado assimila a decisão de Comitê de Política Monetária (Copom), que manteve a Selic em 8,75% ao ano, conforme o esperado. No comunicado o BC, acenou que a taxa deve permanecer estável por mais algum tempo em função do cenário de inflação e capacidade ociosa da indústria.

Dados externos

A alta de quase 5% no pregão em Xangai após um importante órgão regulador informar na noite da véspera que o mercado está saudável e prometer mantê-lo estável, trouxe alívio, dando suporte a uma recuperação nas bolsas e commodities e fortalecendo outras moedas, como o euro.

Declarações do presidente do Banco Central Europeu, Jean Claude-Trichet, após a instituição manter o juro da região em 1%, chegaram a enfraquecer a alta do euro. Ele falou que o juro para os recursos de 12 meses que o BCE oferecerá aos bancos sem limite em setembro ficará em 1%.

Nos Estados Unidos, a pauta trouxe uma queda nos pedidos de auxílio-desemprego na última semana, para 570 mil solicitações, mas o dado da semana anterior foi revisado para cima. Já o dado do setor de serviços mostrou queda pelo 11º mês consecutivo, mas caminha para estabilização, segundo a empresa ISM.

veja também