MENU

Vale recebe 'prêmio' de empresa com pior atuação social e ambiental

Vale recebe 'prêmio' de empresa com pior atuação

Atualizado: Sexta-feira, 27 Janeiro de 2012 as 1:07

A mineradora brasileira Vale foi eleita a pior empresa do mundo pelo "Public Eye People´s”, premiação realizada pelo Greenpeace da Suíça e pela ONG Declaração de Berna, que escolhe as empresas com pior atuação em relação aos direitos humanos e ao meio ambiente.


O resultado foi divulgado nesta sexta-feira (27), durante o Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça. Em votação aberta ao público, a Vale foi eleita com 25.041 votos, seguida pela japonesa Tepco (24.245), que opera as usinas nucleares de Fukushima, e pela Samsung (19.014). Segundo os organizadores, 88 mil pessoas participaram da votação online.

O prêmio do júri foi para o banco britânico Barclays, que, ao especular, seria responsável por inflacionar os preços dos alimentos no mundo, segundo os organizadores da premiação.
De acordo com as ONGs, a Vale foi indicada por sua participação na construção da usina de Belo Monte, no Pará. "A represa deve resultar na realocação de 40 mil pessoas, que não podem dar sua opinião sobre o assunto nem devem receber compensação", dizem as entidades em nota.


As ONGs afirmam ainda que a história da companhia tem sido manchada "por repetidas violações dos direitos humanos, condições desumanas de trabalho e a exploração impiedosa da natureza".
É a primeira vez que uma empresa brasileira leva o inglório título. A premiação existe desde o ano 2000.


A Vale tem participação minoritária no consórcio Norte Energia, responsável pela implantação, operação e exploração de Belo Monte.


Procurada pelo G1, a Vale informou que criou na internet uma página para esclarecimento do assunto. "A Vale sabe que a atividade mineradora gera impactos e, por isso, atua de forma a controlá-los e reduzi-los", afirma a companhia na página de esclarecimento. "Além das obrigações legais e gestão dos impactos de suas operações e projetos, a Vale contribui voluntariamente e investe na conservação de ecossistemas naturais e boas práticas em desenvolvimento sustentável", acrescenta.


A Vale informa que planeja investir US$ 1,65 bilhão em ações socioambientais em 2012 e disponibiliza na página respostas ("Os fatos reais sobre a Vale") para "O que estão dizendo sobre a Vale".
Outra mineradora, a norte-americana Freeport McMoRan, também tinha sido indicada ao prêmio, por supostamente violar direitos humanos em suas operações.
Segundo as ONGs, aTepco foi indicada por negligência em suas usinas atômicas e a Samsung, por usar substâncias tóxicas em suas fábricas.

veja também