MENU

Valorização de imóveis no Rio cria milionários

Valorização de imóveis no Rio cria milionários

Atualizado: Sexta-feira, 23 Julho de 2010 as 10:50

Desde o ano passado, a disparada de preços de imóveis fez o Rio ganhar quase 60 mil novos milionários apenas na zona sul. Essa é uma das conclusões de um pesquisa do Sindicato da Habitação do Rio de Janeiro (Secovi-RJ), feita com base em mais de 5 mil imóveis negociados na cidade. Os novos milionários são pessoas que, se quisessem deixar o apartamento, poderiam botar mais de R$ 1 milhão no bolso. Se no País inteiro fundamentos sólidos alçaram o mercado imobiliário a um novo patamar de preços, a perspectiva de investimentos por conta da Copa do Mundo de 2014 e da Olimpíada de 2016 colocaram a zona sul do Rio no centro do boom imobiliário nacional. Outros fatores que contribuem para isso são a falta de terrenos para construir e o foco de investidores no mercado de alto padrão da cidade, a mais conhecida entre os estrangeiros.

"Há valorização em várias cidades, mas o Rio é um caso à parte", diz o economista Ricardo Torres, consultor e professor de finanças da Brazilian Business School. "A primeira onda de valorização sustentada está passando. Agora há exagero em alguns casos, as pessoas já estão pagando fortunas por qualquer coisa."

Investidores estrangeiros, que despejaram dólares e euros no mercado imobiliário da cidade, ajudaram a impulsionar os preços no setor de luxo, conta Torres. O consultor diz estar recebendo muita demanda tanto de amigos que querem ter um apartamento na cidade quanto de grandes investidores atrás de terrenos para construir hotéis para a Copa e a Olimpíada. Segundo ele, os estrangeiros compararam o preço do metro quadrado do Rio com o de outras grandes cidades do mundo e chegaram à conclusão de que havia muita pechincha na cidade. O movimento é especialmente forte na Europa, onde virou um certo modismo comprar apartamento no Rio, conta.

veja também