MENU

Vendas de carros usados em SP têm queda de 1,15% , diz Assovesp

Vendas de carros usados em SP têm queda de 1,15% , diz Assovesp

Atualizado: Terça-feira, 15 Dezembro de 2009 as 12

As Revendas Independentes de veículos no estado de São Paulo registraram queda nas vendas de automóveis e motos usados. De acordo com balanço divulgado pela Associação dos Revendedores de Veículos Automotores no Estado de São Paulo (Assovesp/Sindiauto), nesta terça-feira (15), em novembro as revendedoras fecharam 132.889 negócios. O volume representa queda de 1,15% em relação ao mês de outubro, quando foram realizados 134.433 negócios. Outubro também havia sido um mês fraco para o setor de usados.

Em nota a Assovesp ressaltou que as dificuldades de crédito, o excesso de burocracia e as dificuldades de aprovação de cadastro continuam sendo observados para quem deseja adquirir um veículo usado. ''Não está fácil conseguir aprovar cadastro nas financeiras. As restrições e alta seletividade continuam para o setor de veículos usados'', afirma a entidade.

Segundo a entidade, do total das vendas, 79,6% foram realizados com carros populares e 20,4% com carros não populares. Em relação aos carros populares houve aumento de 2,01% das vendas no período, em comparação a outubro: foram 105.800 unidades contra 103.720 unidades.

Em novembro, 50% dos negócios foram por meio de financiamento, com prazo médio de 38 meses. O saldo médio financiado foi igual a 60%, já as trocas ficaram em 43%. Em outubro, 62% das vendas foram financiadas, com prazo médio do financiamento de 45 meses e saldo médio financiado igual a 68%. As trocas representaram 49% das vendas.

Em média, no mês de novembro os carros desvalorizaram 0,91%. Somente os modelos populares desvalorizaram 0,81%. Carros importados apresentaram desvalorização de 2,53%, já os automóveis somente a álcool apresentaram desvalorização de 1,61%. Em índice menor, os veículos flex desvalorizaram 0,65%.

Motocicletas

Fortemente impactadas pela crise de crédito, as vendas de motos usadas caíram 4,55%. De acordo com a Assovesp, foram estimados 6.227 negócios com motos em novembro contra 6.524 em outubro. As motos, em média, desvalorizaram 0,85%.

Em média 54% dos negócios foram financiados, com prazo de 30 meses e 61% do saldo financiado. Trocas ficaram em 36%. Em outubro, os números foram: 45% financiados em 28 meses com 52% do saldo financiado e trocas acontecendo em 34% dos negócios.

Caminhão

O segmento de caminhões usados comemora pequena alta nas vendas. Foram estimados pela entidade 3.791 negócios com caminhões em novembro. Em relação a outubro, quando foram vendidas 3.683 unidades, o aumento é de 2,93%. A desvalorização média dos veículos pesados ficou em 0,35%.

veja também