MENU

Vendas de moradias novas sobem 17,5% nos EUA

Vendas de moradias novas sobem 17,5% nos EUA

Atualizado: Quarta-feira, 26 Janeiro de 2011 as 3:53

As vendas de imóveis residenciais novos nos Estados Unidos subiram mais do que o esperado em dezembro, mas 2010 foi ainda o pior ano para a indústria de construção norte-americana desde que os dados começaram a ser registrados, em 1963. As vendas de imóveis residenciais novos aumentaram 17,5% no mês passado, em comparação com novembro, à taxa anual sazonalmente ajustada de 329 mil, segundo informou nesta quarta-feira (26) o Departamento do Comércio. O crescimento foi conduzido pelo salto de 72% das vendas na região Oeste do país.

Economistas haviam previsto uma alta de 3,1% das vendas, para 299 mil unidades. Para o ano cheio, o governo projetou, em sua estimativa preliminar, vendas de 321 mil residências novas, uma queda de 14,2% em relação a 2009. O preço médio das vendas de novas residências foi de US$ 241.500 em dezembro, uma alta de 8,5% ante o mesmo mês de 2009. Em base anuais, as vendas de imóveis residenciais novos recuou 7,6% em dezembro.

O número de residências novas disponíveis para venda recuou em dezembro para 190 mil, uma oferta que levará 6,9 meses para se esgotar, no atual ritmo das vendas. A oferta de seis meses das residências novas disponíveis para venda é considerada saudável. Em novembro, a oferta foi de 8,4 meses.

As vendas de residências novas em novembro foram revisadas para uma taxa anual de 280 mil, o mesmo volume em relação a outubro. As vendas de residências novas subiram 3,2% no Meio-Oeste e 1,8% no Sul. Na região Nordeste, as vendas recuaram 5%.    

veja também