MENU

Volume total de investimento estrangeiro soma US$ 660 bi, diz BC

Volume total de investimento estrangeiro soma US$ 660 bi, diz BC

Atualizado: Quinta-feira, 15 Dezembro de 2011 as 11:12

O Banco Central divulgou nesta quinta-feira (15) os resultados preliminares do Censo de Capitais Estrangeiros no país, pesquisa que é realizada a cada cinco anos pela autoridade monetária, e que apurou, pela primeira vez, o estoque integral de investimentos estrangeiros diretos na economia brasileira.

De acordo com a instituição, o estoque total de investimento estrangeiro direto apurado no fim do ano passado atingiu a marca de US$ 660,5 bilhões no Brasil, o equivalente a 30,8% do Produto Interno Bruto (PIB).

"Esse montante é US$ 188 bilhões superior ao estimado anteriormente (US$ 472,6 bilhões, 22% do PIB) para a mesma data. A diferença deveu-se, fundamentalmente, à mudança no critério de valoração dos investimentos, que passou de valor histórico para valor de mercado, no Censo 2011, em conformidade com o padrão estatístico internacional", informou o BC.

De acordo com a instituição, o estoque de investimentos estrangeiros relativos à participação no capital, registrado no fim de 2010, atingiu US$ 579,6 bilhões, o equivalente a 27% do PIB. Já os estoques de IED-empréstimos intercompanhia, estatística inédita nas edições do Censo,

atingiram US$ 80,9 bilhões no fechamento do ano passado.

Número de empresas receptoras de investimentos

Segundo a autoriade monetária, o número de empresas receptoras de investimentos estrangeiros diretos atingiu 13,7 mil no ano passado. Esse montante é 22,4% inferior ao total de declarantes do Censo 2006, recuo que acontece, de acordo com o BC, pela "racionalização da metodologia do Censo 2011, que passou a exigir declaração apenas da empresa que detenha participação direta de não residente em seu capital social".

Para que serve?

Segundo o Banco Central, os resultados do censo permitem "completar a contabilidade do total" de passivos externos do Brasil, possibilitando – em conjunto com os ativos externos compilados pela pesquisa Capitais Brasileiros no Exterior (CBE) – a aferição da Posição Internacional de Investimentos (PII) que, integrada com o balanço de pagamentos, constituem as "estatísticas fundamentais para a análise do setor externo da economia brasileira".

Para o Censo 2011, o BC informou que a declaração foi obrigatória para as pessoas jurídicas residentes no país que detivessem, em seu capital social, participação direta de não residentes em qualquer valor; ou fossem devedoras de créditos concedidos por não residentes, em qualquer moeda, modalidade ou prazo, com saldo devedor de principal igual ou superior ao equivalente a US$ 1 milhão. Informou ainda que o Censo 2011 tornou obrigatória a declaração para os fundos de investimento com cotistas não residentes.      

veja também