Aeronáutica aceitará casados e 'baixinhos' no concurso para sargentos

Aeronáutica aceitará casados e 'baixinhos' no concurso para sargentos

Atualizado: Terça-feira, 30 Março de 2010 as 12

A Aeronáutica acatou a recomendação do Ministério Público Federal de Goiás (MPF/GO) e aceitará candidatos casados e com estatura inferior a 1,60 m nos concursos para formação de sargento, o que antes era proibido pelo edital do concurso.

O concurso em andamento, que oferece 493 vagas, teve o edital retificado e as duas exigências foram canceladas.

Em decisão liminar, a Justiça Federal já havia determinado o fim das cláusulas excludentes em concurso de 2009, disse o MPF de Goiás.

Mesmo assim, a Aeronáutica manteve no edital deste ano as cláusulas. Por conta do ocorrido, MPF/GO expediu nova recomendação, no dia 18 de março, pelo cumprimento daquela decisão judicial no atual processo seletivo.

O diretor-geral de ensino da Aeronáutica, tenente-brigadeiro João Manoel Sadim de Rezende, disse ao MPF que a recomendação foi acatada, uma vez que a Aeronáutica está “ciente do dever constitucional de garantir a defesa dos poderes constitucionais, da lei e da ordem.”

veja também