MENU

Cesgranrio anulará 6 questões da prova objetiva para 500 vagas no Banco Central

Cesgranrio anulará 6 questões da prova objetiva para 500 vagas no Banco Central

Atualizado: Sexta-feira, 5 Fevereiro de 2010 as 12

A Fundação Cesgranrio, organizadora do concurso para 500 vagas do Banco Central, anulará seis questões das provas objetivas realizadas no último domingo, dia 31, uma vez que as questões já foram aplicadas em outros exames. O concurso recebeu 244.401 inscrições. Segundo comunicado divulgado na quarta, dia 3, no site da fundação, o edital com a anulação será publicado nos "próximos dias".

As questões a serem anuladas são a 1, 2, 4 e 5 da prova de língua portuguesa para o cargo de analista (todas as áreas), a questão 9 da prova de língua portuguesa e a 36 da prova de raciocínio lógico quantitativo para o cargo de técnico (todas as áreas).

Segundo a Cesgranrio, a responsabilidade pela aplicação de perguntas repetidas é de membros das bancas elaboradoras. A entidade afirmou no comunicado que está tomando as "medidas cabíveis".

Entre os incritos, 54.747 concorreram a 350 vagas de analista e 189.654 disputaram 150 vagas de técnico. Os salários são, respectivamente, de R$ 4.896,25 e R$ 12.413,65 (veja aqui os editais). Os salários passarão a R$ 4.917,28 e R$ 12.960,77 a partir de 1º de julho de 2010.

Veja aqui a relação de candidatos/vaga

O cargo de técnico exige nível médio completo. Já para analista é exigido nível superior em qualquer área. Do total, 27 vagas são reservadas a candidatos portadores de deficiência.

veja também